Não há dúvidas quanto à importância da prática de atividades físicas para a manutenção de um corpo saudável, não é mesmo? Os benefícios são inúmeros e vão além de fatores estéticos — manter o corpo ativo faz com que todo o nosso organismo seja beneficiado, promovendo, assim, a saúde física e mental.

Com isso, as academias fazem, cada vez mais, parte do dia a dia das pessoas, mas nem sempre foi assim. Somente a partir dos anos 80, com o sucesso de astros como Arnold Schwarzenegger e Sylvester Stallone e também das competições de fisiculturismo, além da evolução dos estudos na área, é que atividades como a musculação ganharam visibilidade entre as pessoas.

No início, porém, a prática de musculação era vista como algo masculino. Surgiram, então, atividades em grupo, geralmente realizadas com coreografias, músicas e ritmos empolgantes, para atender ao público feminino.

Essas atividades em grupo, hoje conhecidas como ginástica coletiva, se diversificaram e tornaram-se populares; a partir dos anos 90, acabaram por transformar o modelo das academias, estabelecendo-se como opção não só para as mulheres, mas para todas as pessoas que desejam um corpo mais ativo e saudável.

O que é a ginástica coletiva

A ginástica coletiva engloba um conjunto de movimentos regulares e padronizados que são feitos a partir da instrução de um profissional de educação física a grupos de várias pessoas. Esses movimentos podem ser repetitivos ou não e, geralmente, são acompanhados de música.

É conhecida por algumas características como a presença de um ritmo contínuo, coreografias e instrutores motivados, que, além de ensinar os movimentos, mantêm as aulas sempre animadas e envolventes.

Em geral, são compostas de atividades aeróbicas — aquelas que acontecem com a utilização de oxigênio para a obtenção de energia — e são indicadas para pessoas em busca de emagrecimento ou como acompanhamento de outras atividades, como a musculação.

5 opções para quem deseja começar

1. Zumba

A zumba é considerada uma dança fitness. Durante as aulas, o grupo realiza movimentos coordenados ao som de ritmos latinos como merengue, salsa, mambo e até mesmo axé e funk.

Os exercícios realizados em coreografias trabalham todas as partes do corpo. As aulas têm duração de aproximadamente 45 minutos e são conhecidas pelo seu alto gasto calórico e pela motivação dos participantes.

2. Step

Step é uma atividade aeróbica realizada com o uso de um pequeno “degrau”. Com o auxílio de um instrutor, os alunos sobem e descem o degrau de forma contínua, realizando movimentos padronizados, como agachamentos, que seguem o ritmo de músicas.

3. Jump

O jump, assim como o step, é um exercício físico aeróbico realizado ao som de músicas e que, geralmente, acompanha uma coreografia montada por meio de movimentos repetitivos.

Porém, para esta atividade, utiliza-se uma pequena cama elástica individual, na qual o aluno pula durante toda a aula, promovendo o gasto calórico de forma prazerosa e divertida.

4. Spinning

Em uma aula de spinning, os alunos pedalam em bicicletas especializadas que permitem o controle da intensidade e até mesmo pedaladas em pé. Durante as aulas, músicas motivadoras ditam o ritmo das pedaladas, fazendo com que as pessoas se sintam animadas a continuar.

5. Circuito Funcional

As aulas de circuito envolvem atividades que trabalham o corpo como um todo e, em sua maioria, utilizam o peso próprio para a realização de exercícios que associam movimentos do dia a dia com movimentos que promovem a definição corporal — agachamentos, exercícios de avanço, abdominais e outros.

Também é possível utilizar alguns equipamentos, como bola suíça, kettlebell, caneleiras e pequenos pesos durante as aulas. Em geral, esse tipo de atividade é bem dinâmico, e os alunos fazem os exercícios em forma de circuito.

Os benefícios da ginástica coletiva

Um dos maiores pontos positivos associados à ginástica coletiva é o fator motivacional: ao praticarmos atividades físicas em grupo, nos sentimos mais estimulados a frequentarmos os treinos com regularidade, a treinarmos com intensidade e melhorarmos a cada dia.

Além disso, os exercícios feitos nesse tipo de ginástica são mais dinâmicos, fazendo com que os alunos consigam praticá-los por um período longo de tempo e agradando pessoas que não gostam da rotina da musculação.

As atividades, por serem em sua maioria aeróbicas, favorecem o gasto calórico — ajudando no emagrecimento — e também melhoram o funcionamento dos sistemas respiratório e cardiovascular. Trazem também melhorias para a circulação sanguínea, colaboram no controle da pressão arterial, promovem a sensação de bem-estar e prazer e fortalecem a musculatura corporal.

As limitações da ginástica coletiva

Os benefícios da ginástica coletiva são mesmo muitos, mas não devemos esquecer que tudo depende de um contexto geral. Dois aspectos importantes a serem levados em consideração são o objetivo individual e a forma como essa atividade é realizada.

Se o seu objetivo principal é a hipertrofia, por exemplo, os treinos aeróbicos podem fazer parte da sua rotina, mas, sozinhos, não são suficientes para promover o aumento eficiente de massa magra. Ou seja, se a ginástica coletiva for realizada de forma isolada, sem treinos de musculação, você não atingirá o seu objetivo.

Outro ponto a ser considerado é que, por ser realizada em grupo, a aula não foca as suas individualidades e limitações. Além disso, os treinos possuem uma intensidade que varia de baixa a moderada e, com o tempo, podem se tornar fáceis para o seu corpo, fazendo com que os seus resultados fiquem estagnados.

Como escolher entre tantas opções

Todas as pessoas são diferentes e, na hora da escolha da melhor atividade física para você, o ideal é levar em consideração as suas individualidades: optar pelo treino que seja mais prazeroso para você, que atenda aos seus objetivos e respeite as limitações do seu corpo.

Não adianta se matricular na musculação, por exemplo, se você não tiver motivação para ir treinar e nunca aparecer na academia, não é mesmo? E você não precisa ficar parado só porque não gosta de um estilo de treino, experimente outras opções e se dê a chance de achar aquele que mais combine com você.

E se você já gosta dos treinos de força, mas está à procura de atividades aeróbicas para complementar os seus resultados, a ginástica coletiva é uma ótima opção, que vai trazer mais dinamismo para a sua rotina na academia.

Se você gostou de saber um pouco mais sobre a ginástica coletiva, compartilhe o nosso post nas suas redes sociais, para que os seus amigos também fiquem por dentro das diferentes opções de treinos e dos benefícios que eles fornecem para o nosso corpo!

Share: