Quer coisa mais desagradável do que começar a praticar uma atividade física e começar a sentir dor? A situação, de fato, não está entre as melhores e acende um sinal de alerta — por mais simples que a causa possa ser.

Se você sente dor ao correr, por exemplo, sabe que o desconforto compromete o desempenho e pode levar à suspensão da prática. Por isso, no post de hoje, trazemos informações para ajudá-lo a entender melhor quais são os motivos mais comuns e o que adotar como tratamento em cada caso. Vamos juntos nessa?

Pontadas na área abdominal

Esse tipo de pontada está entre as principais dores de quem pratica atividade física — e não é diferente no caso dos corredores. Se você ainda não sabe do que estamos falando, ela é aquela fisgada que sentimos abaixo das costelas, enquanto nos exercitamos.

Normalmente, é causada pela falta de oxigênio no diafragma, então é bem provável que você esteja respirando errado. Assim o corpo acaba provocando espasmos no diafragma e, por consequência, dor.

Pode ser também que ela seja um resultado da contração do fígado ou do baço. Como a região é formada por fibras musculares lisas, é natural que exista dor e desconforto. Caso ela surja, diminua a intensidade dos exercícios e massageie a região até que o desconforto desapareça.

Cãibra

A cãibra é outro motivo comum de dor ao correr. Ela pode atingir o pé e a panturrilha durante a prática (regiões mais comuns) e, comumente, acontece depois de um exercício mais intenso, como resultado da falta de água na musculatura.

Nesse caso, o ideal é parar de correr e alongar o músculo. Faça uma massagem para reduzir a dor e adote a prática de alongamentos antes e depois de correr. Para completar, não deixe de beber muita água durante o dia.

Canelite

A dor na canela na hora de correr é causada por uma inflamação do osso da canela ou dos tendões que ficam na região.

Neste sentido, se você é do tipo que pisa de forma incorreta, tem pés chatos ou ainda corre da maneira inapropriada, é bem provável que tenha que lidar com a canelite.

O ideal é parar de correr e colocar compressas frias no local da dor, pois assim é mais fácil reduzir o processo inflamatório.

Entorse

A dor no calcanhar, pé ou tornozelo pode acontecer por causa de uma entorse. Ela é causada por distensão dos ligamentos, movimentos bruscos e má colocação do pé, por exemplo. A dor surge logo depois do acidente e pode tornar a tarefa de colocar o pé no chão praticamente impossível.

É importante parar de correr no mesmo momento e evitar movimentar a região. Além disso, é bom aplicar compressas frias ou gelo e, caso a dor seja grande, apostar em remédios que aliviem o desconforto.

Em casos mais graves, uma tala ou gesso podem ser importantes para imobilizar a região e garantir uma recuperação mais tranquila.

Distensão

Para fechar os principais motivos de dor ao correr, não poderíamos deixar de falar da distensão muscular. Ela acontece quando contraímos o músculo com rapidez ou, ainda, quando sobrecarregamos a panturrilha.

Por isso, o melhor é parar de correr na hora e colocar compressa fria. Em alguns casos, os exercícios fisioterapêuticos são bastante indicados.

Agora que você entende melhor e sabe quais são os principais motivos de dor ao correr, fique de olho e perceba sempre que sofrer com algum desses desconfortos. Respeite os limites do seu organismo e preserve-se. Além disso, lembre-se de que é preciso procurar um médico antes de iniciar algum tratamento ou fazer automedicação!

E você conhece algum outro motivo que pode gerar tanto desconforto? Compartilhe no espaço abaixo e ajude outras pessoas também!

Share: